a-b-r-e-v-i-a-r
Mas que espécie vens tu a ser? perguntou Leo. Sou um palhaço, respondi eu, e coleciono instantes. Adeus!
J. Doe”
Ninguém sabe como você se sente quando está aí sozinha, não é? Deitada em sua cama, farejando sofrimento pelos cantos. Podemos jurar que você sente o peso de suas escolhas na fronha do travesseiro. Arranhando as paredes com sua dor e seu cansaço. As horas passam e o sono não vem e essas coisas todas ficam em sua cabeça, como um cata-vento melancólico numa tempestade ou algo que o valha. Ninguém sabe. Jamais vão entender o seu amor – pelas pessoas e por essa vida. Aos poucos acaba a dor, não se preocupe – acaba o amor. Devagar você deixa essa paixão toda de lado. E se torna o que imaginavam de você. Algum dia você vai deitar por acaso e sentirá mãos ávidas, mas sem sentido em suas pernas, em seu corpo. Seu corpo é o objeto de seu prazer, mas, ninguém nunca entendeu essa sua necessidade narcisista de sexo. Me desculpe por contar a verdade, mas enfrentar a solidão é para os espíritos fortes e, acima de tudo, uma escolha. Cada alma solitária faz por merecer sua condição. Algumas amam demais e assustam, outras amam de menos e magoam. Cada qual luta por seus ideais, mas, no final, todos saem machucados dessa vida. E o amor acaba ficando para trás: sob um céu estrelado ao lado de quem se ama ou num quartinho de hotel barato, nas unhas afiadas e mal pintadas de uma puta que não beija na boca.
A lua me dizia que as coisas seriam boas naquela noite, mesmo que o sol tenha dito e cumprido que o dia seria cansativo. Conheci um garoto, a principio só um garoto, daqueles que se encontra por ai. E então conversamos sobre tudo, eu nunca conheci alguém que passou de “só um garoto” pra um “homem” em fração de segundos nos meus conceitos, ele realmente convenceu-me que era alguém real, com princípios, caráter e cheio de planos futuros. Ele não era sistemático mas era determinado, era batalhador e sentia o cheiro de vitória em breve naqueles planos todos… Ao olhar pra ele percebi que os olhinhos deles almejavam por algo mais em relação a mim. Nos tínhamos quase tudo em comum, exceto a vontade de se beijar, eu não estava com vontade de beija-lo, até que então ele chegou de mansinho, mordeu os lábios e “cedi”. Cedi porque ele instigou em mim vontade de beija-lo, não por simplesmente ceder.
Fui surpreendida! Que lábios macios, beijo lento mas cheio de vontade, adentou meus lábios que ainda estavam envolvidos ao beijo. Mãos nos lugares respeitosos. Encostou o corpo no meu e cumpriu o que a lua dizia.
Por mais que eu tentasse explicar o que aquele beijo me fez sentir eu jamais conseguiria… Ao lado dele, eu pude ser eu mesma, me sentir confortável pra isso. Eu sabia que ele alegraria mais os meus dias, antes mesmo de descobrir que ele não era “só um garoto”, antes mesmo de beija-lo; bem antes.
Contamos um ao outro coisas que não se costuma contar assim tão fácil, confiança um no outro? Assim tão rápido, eu não sei, só me senti confortável e segura do que estava contando e acredito que ele o mesmo. Então o fiz carinho, não sou muito carinhosa mais o que eu sentia naquele momento era vontade de cuidar dele, protege-lo, mesmo sem saber como fazia essas coisas, a fiz, do meu jeito, mas fiz.
A retribuição foi carinhos também e a sensação de que ele estava relaxado e mais beijos.
Recebendo carinho, fechei os olhos, sorri e me senti com sorte, mesmo que por algumas horas… Adormeço.”
Aline Moreira - reticências

Homens e mulheres. Mistério! Tem que ter, tem que existir, é bom, causa curiosidade! O olhar tem que desafiar e ter charme, ele provoca! A boca tem que ter uma fala mansa que atenta! O corpo tem que ter balanço e gingado, que excita! As palavras tem que ser inteligentes, encanta! O sorriso tem que se abrir, fascina! Os cabelos precisam voar ao vento, são cheirosos! Seu caráter deve ser mostrado, te faz forte! Se exiba sem ser vulgar, nós gostamos! De aquele ar de “venha” e da uma fugidinha, mas volte e beije o canto da boca deixando-nos com mais vontade de você. Seja sexy e tímida(o) ao mesmo tempo. Seja frágil e forte. Pegue-nos com jeito e força. Dê o seu melhor todos os dias, seja irresistível e se dê valor. Seja você homem ou mulher, seja desejado(a) Faça alguém louco por você.  Se for seduzido(a) renda-se a esse encanto. Namore e seja de um (a) só, mas seja da(o) melhor que você encontrou ou que foi encontrado.

r a v e

<3

Ianzinho <3